Segunda Feira, 12 de Novembro de 2018
Quando morre a sua irmã


13/01/2017
Há vários anos escrevo semanalmente a coluna Opinião. Aqui, abordo temas como política, tecnologia, comunicação, esportes, jornalismo e assuntos dos mais variados possíveis. Essa semana, excepcionalmente, quero fazer deste espaço, uma espécie de diário “particular” que paradoxalmente compartilho com os queridos amigos leitores.
O título da coluna é estranho, porém real. Na terça-feira, 10 de janeiro acompanhei em Maringá as horas angustiantes e finais da minha irmã Regina Tereza Rodrigues da Costa Lopes, 52 anos. Já era 16h quando os médicos explicaram que ela havia falecido. Coube como causas na Certidão de Óbito, choque séptico, gastroenterocolite aguda, imunossupressores e pós operatório tardio transplante renal.
A dor é terrível. Uma mistura de sentimentos. Talvez o mais forte seja a incapacidade humana de abreviar o sofrimento, ou mesmo a impotência que prova que o homem por si só, não é nada. Para o esposo João, os filhos Guilherme e Gustavo, ela era o esteio da casa. Para os pais, Moisés e Tereza ela era uma guerreira e lutadora que sempre os alegrava. Para nós, irmãos, Ana Maria, Débora e eu, a definição era de uma irmã companheira, a “segunda mãe”. Para os demais parentes, amigos e conhecidos a mulher alegre e sorridente. Enfim, essas não são definições póstumas, como aquele adágio popular que diz: “Depois que morre todo mundo vira santo”. As descrições acima são de uma pessoa que sempre lutou para viver e contagiou todos a sua volta, pois nunca abria a boca para reclamar da vida.
Para os que ficam, o apoio e carinho de parentes, amigos e conhecidos é fundamental. A morte é realmente algo imprevisível.
Como livro base de estudos e pesquisa para a minha vida, tenho a Bíblia. Lá a morte é descrita como um inimigo da humanidade. Deus nos conta que o último dos nossos inimigos a ser derrotado é a morte. A Bíblia ensina que a morte entrou no mundo por causa da desobediência de Adão e Eva. Em Romanos 5:12 escreve Paulo: "Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram". Deus tomara providências para que o homem comesse da árvore da vida e vivesse para sempre. Quando o homem desobedeceu a Deus, foi privado deste privilégio, veja Gênesis 3:22 e 23.
A Bíblia ainda fala da morte como um retorno aos elementos a partir dos quais o homem foi feito originalmente ... “porque tu és pó e ao pó tornarás” – Gênesis 3:19.
Essa afirmação chocante nos diz que a morte não é a separação entre o corpo e a alma, mas o término da vida, que traz como resultado o apodrecimento e a decomposição do corpo. Por ter sido o homem criado de matéria perecível, sua condição natural é a mortalidade descrita acima no livro de Gênesis.
Em síntese a Bíblia apresenta em Gênesis 3:19 que o corpo volta a ser pó. O Espírito, ar ou fôlego de vida, volta para Deus, isso se comprova em Eclesiastes 12:7, já a memória é entregue ao esquecimento – Eclesiastes 9:5.
A esperança está no fato que Jesus afirmou em João 11:11-14 que a morte é um sono. Quem dorme está sujeito a acordar. Portanto os mortos em Cristo ressuscitarão como descrito em 1 Tessalonicenses 4:16 – “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro”.
O tema é bastante complexo e talvez mude a concepção tradicional de muitos sobre a morte. Concluo com o texto bíblico de João 5:28 e 29 – “Não vos admireis disso, porque vem a hora em que todos os que estão nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão: os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo”.
Diante disso, o título pode ser substituído por qualquer pessoa que você ama. No meu caso, foi a minha irmã. A dor é muito grande, mas a certeza que Jesus Cristo voltará desperta o desejo de continuar falando da esperança do reencontro de nossos amados no Céu que Ele está nos preparando.
 
“Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele”.
1 Tessalonicenses 4:13,14 (Bíblia Sagrada)

Fonte: José Antônio Costa

 
Veja Mais:

  • 09/11/2018 - Casa de Custódia: sim ou não?
  • 31/10/2018 - Por que Bolsonaro foi eleito?
  • 26/10/2018 - É melhor já ir se acostumando?
  • 19/10/2018 - Eleição de cidade pequena em nível Federal
  • 11/10/2018 - Estamos no 2º Turno!
  • 05/10/2018 - Teremos 2º turno?
  • 28/09/2018 - O protagonismo feminino nas eleições
  • 21/09/2018 - Respeite a opinião alheia!
  • 14/09/2018 - Falta infraestrutura nos programas políticos!
  • 06/09/2018 - 7 de Setembro: Soberania ou Colônia!
  • 31/08/2018 - Os candidatos e suas promessas inviáveis!
  • 24/08/2018 - Todos tiram votos de Bolsonaro!
  • 17/08/2018 - Campanha eleitoral mais restritiva
  • 10/08/2018 - “Todas as mulheres gostam de apanhar”
  • 03/08/2018 - Reta final das convenções
  • 20/07/2018 - Convenções: Quem serão os candidatos?
  • 13/07/2018 - Falta de vacinação, mídias sociais e surto de doenças!
  • 06/07/2018 - Veneno nosso de cada dia!
  • 29/06/2018 - Será o fim da malandragem no Futebol?
  • 22/06/2018 - Ufanismo na Copa!
  • 15/06/2018 - Ler é fundamental!
  • 07/06/2018 - O Mar e as praias de plástico!
  • 01/06/2018 - Tanque cheio, mente vazia!
  • 25/05/2018 - A mobilização dos caminhoneiros!
  • 18/05/2018 - Afinal, o que querem os prefeitos?
  • 11/05/2018 - Para que serve o Dia das Mães?
  • 04/05/2018 - Troca de figurinhas da Copa
  • 28/04/2018 - Diga eu te amo enquanto há vida!
  • 20/04/2018 - Divulgar imagem de cadáver poderá render prisão!
  • 13/04/2018 - E o pobre cada vez fica mais pobre!
  •  
    © Jornal Noroeste - Escrevendo a história de Nova Esperança e região desde 1985
    Rua Governador Bento Munhoz da Rocha Neto, 354 - Sala 101 - Nova Esperança, PR - CEP 87600-000 - Fone 044 3252 3908
    Desenvolvido por Hnet Websites