Sexta Feira, 24 de Novembro de 2017
Os desafios de ser prefeito (a)


27/03/2017
No próximo mês os (as) prefeitos (as) que assumiram o executivo em 2017 completarão os cem primeiros dias de mandato.
Para os municípios onde o Jornal Noroeste possui forte circulação e identificação com a comunidade local poderia citar Nova Esperança, Moacir Olivatti (PPS). Alto Paraná, Miro Santana (PPS), Atalaia, Fábio Vilhena (PSD), Cruzeiro do Sul, Ademir Mulon (PSDB), Floraí, Fausto Herradon (PSDB), Paranacity, Sueli Wanderbrook (PP), Presidente Castelo Branco, Gisele Faccin (DEM) e Uniflor, Alan Petenazzi (PSB).
Os desafios ainda são enormes aos gestores. Com projeções nada animadoras de queda no FPM – Fundo de Participação dos Municípios e diminuição de receitas, as administrações municipais estão trabalhando com o duplo desafio de administrar o que se tem e priorizar a economia nos serviços públicos.
Além disso, os gestores tem trabalhado no sentido de tornar a máquina pública mais eficiente, garantindo o teto de gastos, cumprindo com os compromissos e mantendo a folha de pagamento em dia.
Porém administrar exige gestão. E gestão não apenas para aumentar arrecadação ou definir o teto de gastos, mas também e fundamentalmente mais importante: gestão para resultados. Aquela capaz de fazer a máquina pública eficiente, gastando sem desperdício, devolvendo à sociedade os serviços de qualidade necessários e realizando investimentos.
Prefeitos (as) precisam adotar uma gestão com resultados positivos. A população está desacreditada de políticos e o bom momento dos primeiros cem dias de governo favorece isso. Embora para muitas pessoas, os novos gestores tem a missão semelhante a de “super heróis do povo”, é necessário que as metas traçadas no plano de governo sejam atingidas, mesmo que para isso, tenham que contrariar interesses partidários e corporativistas para execução de novas medidas visando o interesse coletivo.
Aos poucos os gestores vão substituindo o discurso de corte nos gastos públicos por contratações. As viagens ao centro do poder em Curitiba e Brasília já começam a mostrar resultados e assim, os (as) prefeitos (as) da região trabalham para elevar a administração pública a outro patamar, o de realizações e conquistas.

 

“O meu ideal político é a democracia, para que todo o homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado”. 

Albert Einstein (1879 – 1955), físico teórico alemão

Fonte: José Antônio Costa


 
Veja Mais:

  • 17/11/2017 - O câncer de próstata e o novembro azul
  • 10/11/2017 - A trufa no semáforo e o picolé de Jales
  • 03/11/2017 - A Reforma, 500 anos depois...
  • 28/10/2017 - Bullying: O Bocão da Royal
  • 20/10/2017 - Será a volta do trabalho escravo?
  • 13/10/2017 - Quando deixamos de ser criança?
  • 06/10/2017 - O Sul é meu País?
  • 29/09/2017 - E o mundo não acabou...
  • 22/09/2017 - Os espinhos da administração municipal
  • 11/09/2017 - “Povo heroico o brado retumbante”
  • 04/09/2017 - Somos 28.084 habitantes?
  • 25/08/2017 - Articulações para 2018
  • 18/08/2017 - Imparcialidade ou fuga?
  • 11/08/2017 - De pai para pai
  • 04/08/2017 - Mitos humanos
  • 28/07/2017 - Selfies reveladas!
  • 21/07/2017 - Parlamentares dos R$ 533 milhões em dívidas
  • 14/07/2017 - Entre Lula e Lulia
  • 07/07/2017 - “Lava jato” será reduzida a pano úmido!
  • 30/06/2017 - Desacelerando
  • 22/06/2017 - Salvando vidas pelos ares
  • 16/06/2017 - Falta leitura, sobra manipulação
  • 09/06/2017 - Redução das áreas naturais
  • 02/06/2017 - Gestor ou político?
  • 26/05/2017 - Chega de mão grande
  • 19/05/2017 - E agora, Temer?
  • 12/05/2017 - Dívida impagável com as mães
  • 08/05/2017 - Maio Amarelo
  • 02/05/2017 - Jovens fora do ensino superior!
  • 20/04/2017 - O jogo mortal Baleia Azul
  •  
    © Jornal Noroeste - Escrevendo a história de Nova Esperança e região desde 1985
    Rua Governador Bento Munhoz da Rocha Neto, 354 - Sala 101 - Nova Esperança, PR - CEP 87600-000 - Fone 044 3252 3908
    Desenvolvido por Hnet Websites