Sábado, 23 de Setembro de 2017
Somos 28.084 habitantes?


04/09/2017
O IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgou na quarta-feira, 30 de agosto as estimativas das populações residentes nos 5.570 municípios brasileiros, com data de referência em 1º de julho de 2017. Estima-se que o Brasil tenha 207,7 milhões de habitantes e uma taxa de crescimento populacional de 0,77% entre 2016 e 2017, um pouco menor do que a taxa 2015/2016 (0,80%).
Nova Esperança aparece na lista dos municípios com um crescimento populacional de 0,35% entre 2016 e 2017. No ano anterior a estimativa que era de 27.986 habitantes, passou para 28.084.
No Paraná houve crescimento de 3% em relação ao levantamento realizado no ano passado e a população saltou de 11,2 milhões para 11,3 milhões. Ao todo, 39% dos municípios do Estado sofreram redução do número de habitantes em comparação a 2016, o que corresponde a 155 municípios dos 399.
Curitiba segue como a oitava cidade mais populosa do Brasil com 1,9 milhões de habitantes. Londrina é a segunda mais populosa do Paraná, com 558.439 habitantes e Maringá está na terceira colocação estadual com 406.693 habitantes.
Os cálculos realizados pelo IBGE consideram as taxas de fecundidade, mortalidade e migração, além do crescimento populacional observados nos Censos Demográficos de 2000 e 2010.
Muitos nova-esperancenses discordam do número apresentado pelo IBGE que coloca a cidade com 28.084 habitantes, inclusive o prefeito Moacir Olivatti. No dia 07 de agosto, durante a Audiência Pública que discutiu o rezoneamento eleitoral, Olivatti sustentou que a população de Nova Esperança já ultrapassou os 30 mil habitantes há algum tempo.
O número de habitantes do município interfere diretamente na quantidade de valores recebidos via repasse. É um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União no cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios, sendo referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos. A divulgação anual obedece ao artigo 102 da Lei nº 8.443/1992 e à Lei complementar nº 143/2013.
Para que fique mais claro, a estimativa populacional, por exemplo, é levada em conta na divisão do repasse referente ao FPM (Fundo de Participação dos Municípios). O rateio do FPM é proporcional aos números apresentados.
“Tem dinheiro federal que não chega, repasses com valores desatualizados e, em alguns casos, os municípios bancam a conta do Estado. Se essa tendência de queda da população continuar nos municípios menores, isso pode significar a falência deles. Eles dependem desse recurso”, explicou o presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná, Marcel Micheletto.
As informações do IBGE revelaram outro dado importante, a taxa de crescimento populacional do Brasil está em desaceleração e chegou a 0,77% neste ano. A explicação para esse dado é que as famílias estão tendo menos filhos, além do processo de migração populacional, principalmente em decorrência da atividade econômica para o local onde há oferta de emprego.
Por fim, se observado o Censo 2000, Nova Esperança possuía 25.729 habitantes. Em 17 anos, nosso crescimento populacional foi de apenas 2.355 pessoas. Pense na quantidade de loteamentos e construções que surgiram na cidade no mesmo período. Seríamos mesmo 28.084 habitantes?

“Mesmo desacreditado e ignorado por todos, não posso desistir, pois para mim, vencer é nunca desistir”.

Albert Einstein (1879 – 1955), físico teórico alemão.

Fonte: José Antônio Costa


 
Veja Mais:

  • 22/09/2017 - Os espinhos da administração municipal
  • 11/09/2017 - “Povo heroico o brado retumbante”
  • 04/09/2017 - Somos 28.084 habitantes?
  • 25/08/2017 - Articulações para 2018
  • 18/08/2017 - Imparcialidade ou fuga?
  • 11/08/2017 - De pai para pai
  • 04/08/2017 - Mitos humanos
  • 28/07/2017 - Selfies reveladas!
  • 21/07/2017 - Parlamentares dos R$ 533 milhões em dívidas
  • 14/07/2017 - Entre Lula e Lulia
  • 07/07/2017 - “Lava jato” será reduzida a pano úmido!
  • 30/06/2017 - Desacelerando
  • 22/06/2017 - Salvando vidas pelos ares
  • 16/06/2017 - Falta leitura, sobra manipulação
  • 09/06/2017 - Redução das áreas naturais
  • 02/06/2017 - Gestor ou político?
  • 26/05/2017 - Chega de mão grande
  • 19/05/2017 - E agora, Temer?
  • 12/05/2017 - Dívida impagável com as mães
  • 08/05/2017 - Maio Amarelo
  • 02/05/2017 - Jovens fora do ensino superior!
  • 20/04/2017 - O jogo mortal Baleia Azul
  • 13/04/2017 - Sem ovos de Páscoa
  • 07/04/2017 - Desgoverno Temer!
  • 31/03/2017 - O tempo da pós verdade
  • 27/03/2017 - Os desafios de ser prefeito (a)
  • 17/03/2017 - É preciso reformar a Previdência?
  • 13/03/2017 - É difícil entender as mulheres?
  • 03/03/2017 - A era das influenciadoras digitais
  • 24/02/2017 - Você usa o Facebook para vender?
  •  
    © Jornal Noroeste - Escrevendo a história de Nova Esperança e região desde 1985
    Rua Governador Bento Munhoz da Rocha Neto, 354 - Sala 101 - Nova Esperança, PR - CEP 87600-000 - Fone 044 3252 3908
    Desenvolvido por Hnet Websites