Segunda Feira, 12 de Novembro de 2018
“Todas as mulheres gostam de apanhar”


10/08/2018

O título causa espanto. A famosa frase é do teatrólogo, jornalista, romancista e dramaturgo Nelson Rodrigues (1912 – 1980) onde enfatiza, “todas as mulheres gostam de apanhar. Só as neuróticas é que reagem”. Nem por brincadeira a afirmação é válida.
Desde a semana passada repercute as cenas brutais onde o biólogo Luís Felipe Mainvailer, de 32 anos agride covardemente a esposa, advogada Tatiane Spitzner, de 29 anos. O Ministério Público do Paraná (MP-PR), denunciou o biólogo na segunda-feira (6), pela morte da esposa pelo crime de homicídio com quatro qualificadoras – meio cruel, dificultar a defesa da vítima, motivo torpe e feminicídio.
Não quero aqui falar sobre a situação pontual em si, mas alertar para um problema corriqueiro, a quantidade de mulheres que são agredidas, violentadas quase que diariamente em seus lares e sofrem em silêncio.
Dados apontam que a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência recebeu 72.839 denúncias que incluem relatos de violência sexual, homicídio, cárcere privado e outros, entre janeiro e junho deste ano. Os registros foram feitos por meio do Ligue 180, serviço criado pelo governo federal em 2005 para dar assistência as vítimas.
Os números sobre violência contra mulher foram divulgados pelo Ministério dos Direitos Humanos, na terça-feira (07), dia em que a Lei Maria da Penha completou 12 anos.
Os dados dos primeiros seis meses do ano correspondem a 47% do total registrado em 2017 (156.839). O governo destaca, porém que, em alguns casos, houve o aumento do número de denúncias. Foram constatados os crescimentos de 37,3% nos relatos de homicídio e de 16,9%, de violência sexual.
A violência (física, psicológica, sexual, patrimonial e moral) e agressão de qualquer maneira devem ser eliminadas da sociedade. Encarar a agressão às mulheres como algo normal para nossos dias é fechar os olhos para um grande problema.
Não podemos perder o foco, nunca. A culpa não é de quem apanha, a culpa é de quem bate. A culpa também é de quem ouve tudo e pensa que é briguinha de marido e mulher e por isso não deve “meter a colher”. A culpa é de quem acha que casos assim não existam, e de quem acha que mulher gosta de apanhar. A culpa é de alguns homens que “encarnam” o instinto animal irracional e tentam resolver os conflitos através da violência e infelizmente algumas mulheres que não reagem pelos meios legais.
As mulheres não precisam sofrer caladas. O Ligue 180 é o canal direto para denúncias.
Aos “machões” que na verdade são covardes disfarçados (e muitas vezes carregados por traumas) que insistem em agredir as mulheres a Lei está aí para ser aplicada. Infelizmente não é um ou outro que não aceita terminar o relacionamento, e mata a mulher para se vingar, ou para ela não ser de mais ninguém. São muitos. Os números apontam para doze mulheres mortas por dia no País. Foram 4.473 homicídios dolosos em 2017, um aumento de 6,5% em relação a 2016. Isso significa que uma mulher é assassinada a cada duas horas no Brasil. Uma realidade muito triste!

 
“Desde que o mundo é mundo humano, a mulher sempre foi discriminada, desprezada, humilhada, coisificada, objetificada, monetarizada.”
Belmiro Pedro Welter – Autor do livro: A norma da Lei Maria da Penha

Fonte: José Antônio Costa


 
Veja Mais:

  • 09/11/2018 - Casa de Custódia: sim ou não?
  • 31/10/2018 - Por que Bolsonaro foi eleito?
  • 26/10/2018 - É melhor já ir se acostumando?
  • 19/10/2018 - Eleição de cidade pequena em nível Federal
  • 11/10/2018 - Estamos no 2º Turno!
  • 05/10/2018 - Teremos 2º turno?
  • 28/09/2018 - O protagonismo feminino nas eleições
  • 21/09/2018 - Respeite a opinião alheia!
  • 14/09/2018 - Falta infraestrutura nos programas políticos!
  • 06/09/2018 - 7 de Setembro: Soberania ou Colônia!
  • 31/08/2018 - Os candidatos e suas promessas inviáveis!
  • 24/08/2018 - Todos tiram votos de Bolsonaro!
  • 17/08/2018 - Campanha eleitoral mais restritiva
  • 10/08/2018 - “Todas as mulheres gostam de apanhar”
  • 03/08/2018 - Reta final das convenções
  • 20/07/2018 - Convenções: Quem serão os candidatos?
  • 13/07/2018 - Falta de vacinação, mídias sociais e surto de doenças!
  • 06/07/2018 - Veneno nosso de cada dia!
  • 29/06/2018 - Será o fim da malandragem no Futebol?
  • 22/06/2018 - Ufanismo na Copa!
  • 15/06/2018 - Ler é fundamental!
  • 07/06/2018 - O Mar e as praias de plástico!
  • 01/06/2018 - Tanque cheio, mente vazia!
  • 25/05/2018 - A mobilização dos caminhoneiros!
  • 18/05/2018 - Afinal, o que querem os prefeitos?
  • 11/05/2018 - Para que serve o Dia das Mães?
  • 04/05/2018 - Troca de figurinhas da Copa
  • 28/04/2018 - Diga eu te amo enquanto há vida!
  • 20/04/2018 - Divulgar imagem de cadáver poderá render prisão!
  • 13/04/2018 - E o pobre cada vez fica mais pobre!
  •  
    © Jornal Noroeste - Escrevendo a história de Nova Esperança e região desde 1985
    Rua Governador Bento Munhoz da Rocha Neto, 354 - Sala 101 - Nova Esperança, PR - CEP 87600-000 - Fone 044 3252 3908
    Desenvolvido por Hnet Websites