Terça Feira, 12 de Dezembro de 2017
Marcelo Oliveira fala em unir forças no Coritiba: "Tinha certeza que voltaria"


25/07/2017

Substituto de Pachequinho, técnico elogia elenco, projeta reação no Brasileiro e comemora retorno ao clube após cinco anos. "Não resisti ao convite porque é o Coritiba"


 
trajetória de Marcelo Oliveira no comando do Coritiba começou nesta terça-feira. Com a missão de recuperar a equipe no Campeonato Brasileiro, o treinador foi oficialmente apresentado nesta manhã, no CT da Graciosa. Em coletiva ao lado do presidente Rogério Bacellar, do diretor de futebol Alex Brasil e do diretor institucional Ernesto Pedroso, ele inicia a sua segunda passagem pelo clube e substitui Pachequinho, demitido na semana passada, após a goleada para a Ponte Preta, por 4 a 0.
Em suas primeiras palavras, o novo comandante agradeceu a oportunidade de dirigir o Coxa mais uma vez na carreira, garantiu muito trabalho até dezembro, quando termina seu contrato e falou em resgatar o time unindo forças.

– Acho que sou mais experiente do que naquele momento que passou, embora tenham sido dois anos bons, de boas lembranças. Tinha certeza que um dia voltaria ao Coritiba e tinha esse desejo também. Chegou esse momento, e estamos aqui com muito prazer e entusiasmo para retomar o caminho natural do Coritiba no Campeonato Brasileiro. Para que isso aconteça teremos que unir forças e criar um ambiente bom porque isso é viável a curto prazo - disse em coletiva à imprensa.



O comandante ainda pontuou os desafios iniciais à frente do Coxa, que tem apenas uma vitória nos últimos 11 jogos no Brasileirão.



– O objetivo inicial é sair ali daquela posição na tabela que está incomodando um pouco, estamos a dois pontos de baixo (da zona de rebaixamento), mas estamos a cinco do G-6, que seria a Libertadores. Vamos conversar com eles, determinar pra onde estamos indo e o que nós queremos. A Libertadores passa ser um objetivo maior.

 


Oliveira já comanda o treinamento da tarde desta terça, quando começa a preparação da equipe para enfrentar o Atlético-MG, às 16h (horário de Brasília) de domingo, no Couto Pereira, partida que vai marcar a estreia do treinador.



Rogério Bacellar comemorou o convite aceito por Marcelo Oliveira e reforçou o esforço feito pelo clube em contratá-lo.



– Nós fizemos um esforço tremendo para trazê-lo de volta. O espírito do Marcelo é o que queremos, de vencedor. A cabeça dele é de vencedor. Já mostrou isso na passagem que teve aqui e em outros clubes.



Oliveira, agora com 62 anos, é o terceiro técnico que mais comandou o Coritiba, com 131 jogos (veja detalhes abaixo). Foi ele quem esteve à frente do clube na melhor fase dos últimos dez anos, com duas finais de Copa do Brasil, nas temporadas de 2011 e 2012. Também chegam ao Verdão os auxiliares Cleocir Santos, o Tico, e Eduardo Ferreira, além do preparador físico Juvenilson de Souza. Robson Gomes, preparador físico do clube, permanece na comissão técnica.





Marcelo Oliveira no Coritiba



























131 jogos
73 vitórias
26 empates
32 derrotas
62,3% de aproveitamento
247 gols marcados
137 gols sofridos







 


Veja os principais tópicos da coletiva de Marcelo Oliveira



 


  • Desafios


 


– Eu estava acompanhando o Coritiba desde que saí daqui, sempre acompanhei e torci para que as coisas dessem certo. Percebi, de cara, que esse final de primeiro turno tiveram dois momentos: aquele dos 7 jogos e com 14 pontos, e depois uma queda de produção, com 9 jogos e 5 pontos, aí um aproveitamento ruim. É detectar o que aconteceu para que houvesse essa oscilação. E resgatar aquela imposição em casa que estabelecemos aqui em outros tempos.



 


  • Derrota para o Flamengo


 


– Acho que aconteceram coisas boas e dificuldades. Dois gols evitáveis e uma reação excepcional no segundo tempo. É difícil jogar contra o Flamengo lá, o momento deles e investimento e o time reagiu bem, mas com pequenas desatenções. É partir daí que começamos o nosso trabalho. Estou muito otimista e confiante de que as coisas vão se dar bem.



 


  • Contrato até dezembro


 


– É uma situação específica. Às vezes a gente olha só o negócio, às vezes colocamos o coração. Não aceitei algumas propostas nesses primeiros meses do ano, tinha ideia de ficar com a família e descansar, vinha de seis anos intensos e desgastantes. Pensava já que não deveria mais trabalhar esse ano e fazer uma reciclagem, mas não resisti ao convite porque é o Coritiba. Independente do tempo de contrato é você estar feliz naquilo que está fazendo.



 


  • Volta ao Coxa


 


– Eu tenho plena consciência dessas coisas do futebol porque fui atleta 15 anos e já tenho outros 15 como técnico. Eu estou mais experiente e mais preparado. Talvez a receptividade em relação ao outro momento seja diferente, porque ali havia uma rivalidade e, naquele momento, esperavam outro nome para o Coritiba, mas já estou acostumado. No Cruzeiro, pela rivalidade, tinha uma resistência e fomos bicampeões. A responsabilidade é maior. Quando se fala em tantos títulos, dá impressão que você vai chegar e buscar.


 


 


  • Análise do plantel


 


– Vamos fazer uma reunião. É importante criar uma harmonia, uma sintonia, aqueles que estão chegando e que estão aqui. Isso temos feito bem nos clubes que passamos. A maioria eu conheço confrontando, jogando e observando. Trabalhei com o Werley, João Paulo, Tiago Real, William Matheus e o Alecsandro. São atletas que vão nos ajudar na sequência.



 


  • Salário


 


– Com relação à salário isso é muito individual. E tem a satisfação, que é maior do que qualquer coisa. Eu fiz de tudo, depois de um determinado momento, para vir. Então, dinheiro, nesse momento, não era o mais importante, embora eu tenha feito um contrato bom, que me satisfez muito.




Fonte: g1.globo.com

 
Veja Mais:

  • 06/12/2017 - Terno, gravata e sonho do bi: Grêmio embarca para o Mundial nesta quarta
  • 01/12/2017 - Nova esperancense Edilson conquista a Libertadores jogando pelo Grêmio e vai disputar o Mundial Inte...
  • 30/11/2017 - Grêmio dá show e fatura o tri da Libertadores
  • 16/11/2017 - Corinthians vence Fluminense de virada e conquista o Brasileirão
  • 10/11/2017 - 1º Detona Fight Championship - Campeonato de Artes Marciais
  • 09/11/2017 - Corinthians pode ser campeão na quarta; veja contas para o hepta
  • 03/11/2017 - 1º Campeonato de artes marciais vai reunir lutadores de Muaythai e MMA
  • 24/10/2017 - É penta: Cristiano Ronaldo se iguala a Messi com prêmio de melhor do mundo
  • 13/10/2017 - Do sonho à glória, Nova Esperança é destaque no esporte em todo o Paraná
  • 11/10/2017 - Na última rodada, Seleção vence o Chile em casa
  • 05/10/2017 - Primeira Liga: Nos pênaltis, Londrina é campeão
  • 29/09/2017 - Atletismo de Alto Paraná presente na 10ª Maratona Internacional de Foz do Iguaçu
  • 18/08/2017 - Campeonato Cobrinhas de Futebol entra na reta final e Liga anuncia o início do Amador 2017
  • 18/08/2017 - Natação gera inúmeros benefícios à Saúde e prática deve ser mantida mesmo durante o inverno
  • 11/08/2017 - Nova-esperancense faz um camping de treinamento para se preparar para o Mundial Taipei- China
  • 04/08/2017 - Juventus é campeã em Alto Paraná
  • 28/07/2017 - Final do Campeonato Municipal de Futebol Suíço acontece neste sábado em Alto Paraná
  • 28/07/2017 - Campeonato de Futebol Suíço tem início em Nova Esperança
  • 28/07/2017 - Alto Paraná estreia na Copa Noroeste de Futebol Amador
  • 25/07/2017 - Marcelo Oliveira fala em unir forças no Coritiba: "Tinha certeza que voltaria"
  • 13/07/2017 - Floraí sedia mais uma competição da SEET
  • 13/07/2017 - Em números, a incrível campanha do líder Corinthians
  • 05/07/2017 - JAPs em Floraí definem campeões e classificados à final da divisão B
  • 04/07/2017 - Alemanha bate Chile e vence Copa das Confederações pela 1ª vez
  • 22/06/2017 - Descentralização do Esporte busca alcançar crianças e jovens de várias localidades do município
  • 19/06/2017 - Floraí fecha a primeira etapa regional dos JAPs
  • 13/06/2017 - Com gol-relâmpago, Diego Souza faz história pela seleção brasileira e pelo Sport
  • 07/06/2017 - Tite define escalação para o clássico com Thiago Silva titular
  • 02/06/2017 - Diretoria de Desporto e Cultura de Alto Paraná promove Campeonato Municipal de Futebol Suíço
  • 30/05/2017 - Com tropeço do Paranavaí, Maringá goleia e retorna à primeira divisão do Paranaense
  •  
    © Jornal Noroeste - Escrevendo a história de Nova Esperança e região desde 1985
    Rua Governador Bento Munhoz da Rocha Neto, 354 - Sala 101 - Nova Esperança, PR - CEP 87600-000 - Fone 044 3252 3908
    Desenvolvido por Hnet Websites