Sábado, 23 de Setembro de 2017
Compulsão e vício no processo de emagrecimento


11/09/2017
No quadro de obesidade, nós encontramos muitos ganhos secundários, que geralmente são defesas inconscientes que estão presentes na mente das pessoas de forma oculta.
Existem os sabotadores relacionados ao processo de emagrecimento que justificam o comportamento de obesos ou pessoas com sobrepeso permanecerem em sua zona de conforto.
Muitas pessoas usam a comida como objeto de vício, assim como um alcoólatra ou viciados em drogas, pois para estas pessoas a comida não é só comida, e sim um remédio para alguma dor emocional, ou algo para tapar o buraco que existe dentro de si.
Existem ainda pessoas que usam o alimento para se equilibrar, porém quando se alimentam de forma compulsiva a comida pode trazer efeitos danosos para a saúde. Pessoas viciadas em comida podem se alimentar de forma emocional, relacionando a sentimentos como raiva, angústia, desprezo, solidão como também pode ser euforia, alegria ou até mesmo o amor.
O fato é que muitas vezes não encaramos a obesidade como um vício, quando na verdade é.
Pesquisas realizadas em 2013 mostram que 51% da população brasileira está acima do peso, e em decorrência dos malefícios causados, outras doenças podem surgir, tais como: diabetes, aumento da pressão arterial, problemas cardíacos e respiratórios, entupimento de veias, etc.
Todos temos sabotadores em nosso interior, com maior ou menor intensidade, mas, certamente, um dos maiores sabotadores é aquele que nos aponta nossos próprios defeitos, nos contando mentiras e tentando fazermos crer que nunca seremos capazes de realizar nossos sonhos. 
Para não deixar este sabotador tomar conta de nossas vidas, devemos ter muito foco nos objetivos e no que vamos alcançar, e assim não nos agarrar às falhas do passado ou aos erros atuais.
Todo erro faz parte do processo de aprendizagem, e dar passos consistentes e com planejamento é fundamental para a conquista de resultados positivos.
“coaching comigo”
Site: paulabenatti.com.br
Intagram: @paulazbenatti

Fonte: Paula R. Zaccaria Benatti

 
Veja Mais:

  • 22/09/2017 - Novo cálculo do IPTU – o fim das distorções
  • 18/09/2017 - Compartilhar vida
  • 18/09/2017 - E AGORA BRASIL?
  • 18/09/2017 - ME FRUSTREI, E AGORA??
  • 18/09/2017 - Pingos e Respingos
  • 15/09/2017 - EM FOCO
  • 15/09/2017 - O furacão e a Bíblia
  • 15/09/2017 - O papel da Inovação na busca pelo desenvolvimento sustentável
  • 11/09/2017 - O Lustre Faz toda diferença!
  • 11/09/2017 - Como economizar a rede 4G do celular
  • 11/09/2017 - Compulsão e vício no processo de emagrecimento
  • 11/09/2017 - Pingos e Respingos
  • 11/09/2017 - O dano moral na esfera previdenciária
  • 11/09/2017 - A culpa é do furacão
  • 04/09/2017 - NO MEIO DO CAMINHO EXISTEM PEDRAS
  • 04/09/2017 - Pingos e Respingos
  • 04/09/2017 - EXPECTATIVAS DE SUCESSO
  • 04/09/2017 - Praça Salgado Filho – parquinho infantil
  • 01/09/2017 - INSS inicia profundo pente-fino nos benefícios previdenciários
  • 29/08/2017 - Gestão participativa – artigo de Marcello Richa
  • 28/08/2017 - O Amor que destruiu um missionário promissor
  • 28/08/2017 - Traçar novos objetivos
  • 25/08/2017 - Tendências em Móveis Funcionais
  • 25/08/2017 - Por que pagamos tantos tributos e faltam recursos para Saúde, Segurança e Educação?
  • 25/08/2017 - Pingos e Respingos
  • 25/08/2017 - O processo judicial e a litigância de má-fé
  • 21/08/2017 - A opção do parlamentarismo
  • 18/08/2017 - Pingos e Respingos
  • 18/08/2017 - Sob tensão
  • 18/08/2017 - Uma estratégia empresarial para superar a crise
  •  
    © Jornal Noroeste - Escrevendo a história de Nova Esperança e região desde 1985
    Rua Governador Bento Munhoz da Rocha Neto, 354 - Sala 101 - Nova Esperança, PR - CEP 87600-000 - Fone 044 3252 3908
    Desenvolvido por Hnet Websites