Sábado, 23 de Setembro de 2017
Como economizar a rede 4G do celular


11/09/2017
Em 2015, as operadoras de telefonia móvel passaram a bloquear a conexão de dados de internet móvel ao exceder a franquia contratada, impedindo totalmente a navegação. Recentemente apenas algumas operadoras passaram a liberar esta redução de velocidade, mas somente para alguns planos.
 
Com o aparecimento da internet 4G, os pacotes de dados passaram a ter franquias maiores, mas isso não é necessariamente uma vantagem, pois com uma conexão de internet mais rápida, o consumo de dados também será acelerado pelo usuário. A título de comparação, a rede 3G tem velocidade de 1Mbps e a rede 4G de 5Mbps, ou seja, cinco vezes mais rápida, o que leva o usuário a ter respostas mais rápidas e, consequentemente, a possibilidade de realizar mais acessos a aplicações que consomem mais dados.
 
E justamente por causa dessa velocidade, em muitos planos, a franquia de dados acaba antes do previsto. Se uma pessoa tem, por exemplo, um plano da modalidade controle que oferece 2GB por mês, com um uso normal da internet consultando, eventualmente, e-mails e redes sociais durante o dia, entre outras tarefas básicas, o consumo diário será de aproximadamente 100MB. Dessa forma, no plano citado, a franquia de internet irá durar apenas 20 dias, dois terços do tempo esperado. Isso sem contar que nesses planos, dependendo da operadora, o uso do aplicativo Whatsapp não consome dados da franquia. Porém, se o utilizasse, o consumo seria ainda maior.
 
Depois que acaba a franquia, para não ficar sem internet no seu celular, o cliente só tem a opção de fazer a contratação de um pacote de dados adicional antes da próxima renovação, pagando a mais por isso. E o custo por MB é maior que o do pacote incluso no plano.
 
Os planos do tipo pré-pago e controle correspondem a uma fatia de 60% a 80% dos clientes, dependendo da operadora. Estes planos, atualmente, estão custando em sua maioria na faixa de 55 reais para menos, o que é muito atrativo.
 
Com base na média de dados diária em uma rede 4G, o ideal seria um plano de 3GB, no mínimo, mas esse é o volume máximo de dados ofertado pelos planos na modalidade “controle” na faixa de preço em questão. Os planos pré-pagos chegam a oferecer 1GB por semana ao custo de R$ 9,99, totalizando 4GB por mês a um custo aproximado de 40 reais, o que parece mais adequado para não ter surpresas de corte de internet e necessidade de contratações de franquias adicionais de dados. Por outro lado, os planos pré-pagos apresentam desvantagens em relação aos planos “controle” em outros benefícios, como minutos e outros serviços.
 
É fácil perceber que os planos de internet móvel oferecidos pelas operadoras são bastante injustos, visto que por apenas duas vezes o valor, em torno de 110 reais, temos uma internet fixa ilimitada. E se for comparado o valor dos planos pós-pagos, chega a ser um absurdo.
O fato é que escolher uma opção perfeita para todas as necessidades a um custo acessível é uma tarefa bastante complexa. Por isso, para quem está todo mês necessitando contratar pacotes de dados adicionais, algumas dicas podem trazer uma economia significativa. Habilitar a opção de “Restringir os Dados em Segundo Plano” – recurso que, em alguns smartphones, faz parte do modo de economia de energia.
 
Portanto, mesmo quando não estamos efetivamente manuseando o celular para acessar a internet, os aplicativos instalados estão consumindo dados, e não é pouco.
Outra alternativa é desativar a sincronização automática, evitando que os aplicativos fiquem acessando a internet “sozinhos”. Desativar a Rede de Dados quando estiver usando WIFI também pode ajudar, pois mesmo quando o WIFI está conectado, o smartphone pode realizar acessos à rede 4G e consumir dados da franquia. Opte por usar um navegador de internet que tenha o recurso de economia de dados, como o Opera Mini. Configure a loja de aplicativos para realizar a atualização dos apps automaticamente, apenas via WIFI.
 
Por fim, usar um aplicativo de firewall, que à primeira vista parece algo complicado, mas não é. Pelo menos no Android, o aplicativo gratuito NoRoot Firewall possui uma interface amigável e permite selecionar quais aplicativos terão permissão para acessar o WIFI e/ou a rede de dados. Mesmo configurando as opções do sistema para restringir dados em segundo plano e desativar a sincronização automática, não sabemos exatamente se determinado aplicativo continua acessando a internet por algum motivo.
 
Com o NoRoot Firewall, os aplicativos poderão ser totalmente bloqueados para acessar a rede de dados móveis. O ideal é habilitar a rede de dados somente para aqueles que sabemos que usamos e desabilitar para todos os demais. A economia pode ser verificada acompanhando o uso de dados móveis nas configurações do smartphone.
 
Seguindo estas dicas é possível economizar uma boa quantidade de dados móveis e, consequentemente, algumas recargas de crédito por mês.
 
Ederson Cichaczewski é professor do curso de Engenharia da Computação do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Ederson Cichaczewski

 
Veja Mais:

  • 22/09/2017 - Novo cálculo do IPTU – o fim das distorções
  • 18/09/2017 - Compartilhar vida
  • 18/09/2017 - E AGORA BRASIL?
  • 18/09/2017 - ME FRUSTREI, E AGORA??
  • 18/09/2017 - Pingos e Respingos
  • 15/09/2017 - EM FOCO
  • 15/09/2017 - O furacão e a Bíblia
  • 15/09/2017 - O papel da Inovação na busca pelo desenvolvimento sustentável
  • 11/09/2017 - O Lustre Faz toda diferença!
  • 11/09/2017 - Como economizar a rede 4G do celular
  • 11/09/2017 - Compulsão e vício no processo de emagrecimento
  • 11/09/2017 - Pingos e Respingos
  • 11/09/2017 - O dano moral na esfera previdenciária
  • 11/09/2017 - A culpa é do furacão
  • 04/09/2017 - NO MEIO DO CAMINHO EXISTEM PEDRAS
  • 04/09/2017 - Pingos e Respingos
  • 04/09/2017 - EXPECTATIVAS DE SUCESSO
  • 04/09/2017 - Praça Salgado Filho – parquinho infantil
  • 01/09/2017 - INSS inicia profundo pente-fino nos benefícios previdenciários
  • 29/08/2017 - Gestão participativa – artigo de Marcello Richa
  • 28/08/2017 - O Amor que destruiu um missionário promissor
  • 28/08/2017 - Traçar novos objetivos
  • 25/08/2017 - Tendências em Móveis Funcionais
  • 25/08/2017 - Por que pagamos tantos tributos e faltam recursos para Saúde, Segurança e Educação?
  • 25/08/2017 - Pingos e Respingos
  • 25/08/2017 - O processo judicial e a litigância de má-fé
  • 21/08/2017 - A opção do parlamentarismo
  • 18/08/2017 - Pingos e Respingos
  • 18/08/2017 - Sob tensão
  • 18/08/2017 - Uma estratégia empresarial para superar a crise
  •  
    © Jornal Noroeste - Escrevendo a história de Nova Esperança e região desde 1985
    Rua Governador Bento Munhoz da Rocha Neto, 354 - Sala 101 - Nova Esperança, PR - CEP 87600-000 - Fone 044 3252 3908
    Desenvolvido por Hnet Websites