Segunda Feira, 12 de Novembro de 2018
Sétima Arte: Angry Birds


13/05/2016
Os pássaros irritados chegaram ao cinema. A estréia dessa semana não pode ser compreendida como um filme para crianças, elas até gostam, mas quem realmente encabeçou o sucesso de Angry Birds ao redor do mundo foram os adultos. O filme é baseado no jogo homônimo lançado por uma empresa finlandesa, no final do ano de 2009, e até aí não havia nenhuma novidade. Era mais um dentre os milhares de jogos para celulares, mas assim que se tornou disponível para IOS (sistema operacional do Iphone) virou uma febre mundial. Depois disso, Angry Birds ganhou desenho animado, milhares de versões em formato de brinquedos e, agora, uma versão cinematográfica.
O filme que estreou ontem nos cinemas da região tem instigado a curiosidade de muita gente, principalmente dos adultos, porque o jogo é de uma simplicidade extrema (para quem não tem intimidade com o jogo, o jogador deve lançar os pássaros no ar para destruir os porcos e suas casas salvando assim os ovos que foram roubados) e não tinha história o suficiente para render um bom filme! Nesse sentido é preciso reconhecer o excelente trabalho dos roteiristas, que foram capazes de construir uma história plausível que busca trazer a origem dos personagens, pássaros, deixando a idéia da destruição das casinhas dos porcos um pouco de lado.
É muito divertida a forma como a trama apresenta cada personagem, permitindo ao expectador conhecer profundamente o tipo de raiva (Angry) que cada pássaro sofre, isso desperta a empatia do público e com certeza vai abrir precedentes para que uma franquia seja iniciada. Temos pássaros mal-humorados, como é o caso de Red, uma característica justificada por seu passado, ele ficou órfão e passou por muitas situações de bullying na infância, outro caso interessante é o de Chuck que é extremamente hiperativo e ansioso. Não tem como não relacionar os personagens do filme às pessoas que conhecemos na vida real, porque os problemas que eles vivem são comuns em nossa sociedade, o que ressalta ainda mais o caráter de empatia despertado.
De qualquer forma, isso tudo é dispensável quando abordamos o quesito comédia, indiscutivelmente Angry Birds é uma animação de Comédia e tenta demonstrar isso a cada 30 segundos, pois uma piada vem embalada pela outra, na trama tudo é motivo para tentar arrancar do público algumas risadas. Esqueça as animações da Pixar, nesse filme você não terá tempo para refletir ou para sofrer com o drama dos personagens, só rir e rir muito! Destaque para as referências cinematográficas que irão agradar aos mais velhos (é impossível não reconhecer a cena de O Iluminado inserida de supetão – risos).
Um ponto positivo dessa animação é a releitura proposta do processo de colonização das Américas (como bom professor de história, não dava pra deixar de argumentar sobre isso), pois são discrepantes as diferenças entre os pássaros moradores da ilha e os porcos invasores com suas tecnologias de além-mar, algo que nos lembra, e muito, a diferença entre índios e europeus no processo de colonização. Esse aspecto, com certeza, será apreciado pelos adultos que irão assistir ao filme, mas passará despercebido pela maioria das crianças.
Por que ver esse filme? Porque você e seus filhos irão curtir muito a história de Red, o pássaro com problemas para controlar seu estresse que eu falei acima, e mais que isso, irão gostar dessa representação cômica de um problema sério: o conflito entre invasores e invadidos, ou, nesse caso, entre a natureza e a tecnologia. É um filme ótimo para uma boa reflexão com as crianças. Boa sessão.

Fonte: Odailson Volpe

 
Veja Mais:

  • 09/11/2018 - Sétima Arte: Bohemian Rhapsody
  • 26/10/2018 - Sétima Arte: Halloween
  • 19/10/2018 - Sétima Arte: O Primeiro Homem
  • 11/10/2018 - Sétima Arte: Nasce Uma Estrela
  • 05/10/2018 - Sétima Arte: Venom
  • 28/09/2018 - Sétima Arte
  • 21/09/2018 - Sétima Arte: O Mistério do Relógio na Parede
  • 21/09/2018 - Brincadeiras, truques de mágica e muita palhaçada alegraram os alunos do “Comecinho de Vida”
  • 14/09/2018 - Sétima Arte - A Freira
  • 06/09/2018 - Associação Divina Providência realiza 1ª Noite Cultural
  • 31/08/2018 - Sétima Arte
  • 24/08/2018 - Sétima Arte - Slender Man – Pesadelo sem Rosto
  • 17/08/2018 - Sétima Arte - Christopher Robin – Um Reencontro Inesquecível
  • 10/08/2018 - Sétima Arte
  • 08/08/2018 - Museu Rural conta a história da colonização
  • 02/08/2018 - Coach Jaiva Suelen ministra palestra sobre como aplicar conceitos e ferramentas capazes eliminar a z...
  • 16/07/2018 - Coral Municipal: marco da nossa cultura
  • 06/07/2018 - Sétima Arte: Homem-Formiga e a Vespa
  • 29/06/2018 - Sétima Arte: Hereditário e Os Incríveis 2
  • 22/06/2018 - Sétima Arte: Jurassic World: Reino Ameaçado
  • 22/06/2018 - Nova Esperança abrirá votação popular para escolha de um prato típico
  • 15/06/2018 - Sétima Arte: Oito Mulheres e Um Segredo
  • 12/06/2018 - Sétima Arte: Eu Só Posso Imaginar
  • 25/05/2018 - Sétima Arte: Han Solo - Uma História Star Wars
  • 18/05/2018 - Nova Esperança fazendo bonito na Expoingá 2018
  • 18/05/2018 - Sétima Arte - Deadpool 2
  • 11/05/2018 - Sétima Arte - A Noite do Jogo
  • 04/05/2018 - Sétima Arte - Paulo, Apóstolo de Cristo e Verdade ou Desafio
  • 30/04/2018 - Lenir Azevedo é coautora do livro “Equilíbrio: Corpo, Mente e Espírito”
  • 28/04/2018 - Sétima Arte: Vingadores: Guerra Infinita
  •  
    © Jornal Noroeste - Escrevendo a história de Nova Esperança e região desde 1985
    Rua Governador Bento Munhoz da Rocha Neto, 354 - Sala 101 - Nova Esperança, PR - CEP 87600-000 - Fone 044 3252 3908
    Desenvolvido por Hnet Websites