Segunda Feira, 12 de Novembro de 2018
Sétima Arte: Pai em Dose Dupla 2


24/11/2017

Estamos a um mês do natal e a referência a esse feriado significativo não está apenas nos enfeites das lojas ou nas propagandas de TV, a indústria do cinema também já começa a aproveitar o clima que se instaura por causa do feriado e apresenta suas produções realizadas especificamente para essa época do ano. Numa semana sem grandes estreias, o filme de maior destaque é uma comédia natalina, Pai em Dose Dupla 2. Hoje você vai conhecer um pouco mais dessa sequência aqui, na Coluna Sétima Arte.

Em 2015, quando o diretor Sean Anders apresentou ao mundo seu filme Pai em Dose Dupla (aqui no Brasil a estreia ocorreu em janeiro de 2016), o que as pessoas esperavam era um filme família, com boas referências e perfeito para ser assistido no domingo à tarde. Mas, contrariando as expectativas e surpreendendo ao público em geral o filme deu uma atualizada por completo no roteiro, apresentando uma relação familiar bem típica dos tempos atuais e construindo uma comédia muito mais irônica e muito menos pastelão. Algo que deu certo, de forma que o filme lembra muito mais uma longa esquete humorística do que uma típica comédia familiar.

Para quem não lembra, ou não viu, o primeiro filme girava em torno de Brad que era um executivo numa rádio e se esforçava para ser o melhor padrasto possível para os dois filhos de sua namorada, Sarah. Brad tem sua vida alterada com a chegada de Dusty, o desbocado pai das crianças, que reaparecia do nada e começava a disputar com ele a atenção e o amor dos filhos.

Boa parte do sucesso do filme deve ser creditada à dupla de protagonistas, Will Ferrel e Mark Whalberg, a dinâmica entre eles é realmente divertida, pois são duas pessoas completamente diferentes. Wahlberg faz a linha do cara durão, enquanto que Ferrell, como sempre, é mais paspalhão. Essa dinâmica positiva foi o impulso para a sequência que chegou ontem aos cinemas e que é retomada pelos atores veteranos Mel Gibson e John Lithgow. Em Pai em Dose Dupla 2 cabe a eles fazerem essa dinâmica dar certo, já que seus filhos aprenderam a conviver harmonicamente entre si.

Agora que já foi apresentada a premissa básica da história, vamos ao que interessa: a crítica. Continuações são sempre algo controverso, porque perdem todo o seu caráter de novidade e geralmente entregam ao público o que chamamos de “mais do mesmo”, salvo raras exceções onde se é possível inovar numa continuação. Pai em Dose Dupla 2 não é diferente disso, o filme perde muito do seu ritmo de esquete humorística e passa a parecer uma enxurrada de acontecimentos que culminam sempre no conflito entre Brad e Dusty, repetindo, mais uma vez, o que o expectador já havia visto no primeiro longa, acrescentando apenas os pais de ambos na história, o que faz as brigas entre os dois parecerem agora disputa de duplas.

Ao longo do filme as coisas não vão ficando apenas repetitivas, mas também exageradas, a exaltação da masculinidade de um em relação ao alto nível de sensibilidade de outro não soa como engraçado, mas como grosseiro e, diferente do primeiro filme, a trupe de elenco não está tão alinhada quanto se esperava e por isso, contribui para que o resultado final não seja tão bom. Outro que está sobrando no elenco é o lutador John Cena, que não nasceu para ser ator e que não contribui em nada para o resultado final do filme.

Mas nem tudo está perdido em Pai em Dose Dupla 2, se o elenco de adultos não consegue se encaixar, o mesmo não acontece com as crianças do filme, que dão um show de profissionalismo, de forma que as cenas mais engraçadas ficam por conta delas.

Vamos à trama! Brad (Will Ferrell), e Dusty (Mark Wahlberg), finalmente conseguiram desenvolver uma relação de amizade, alcançando harmonia na tarefa de dividirem a responsabilidade de pais das mesmas crianças. Tudo está indo bem até a chegada de Kurt, interpretado por Mel Gibson, o pai machista de Dusty, e Don, o pai ultra-sensível de Brad, papel de John Lithgow, que chegam a tempo para o Natal. Kurt, com seu jeito bruto e machista, aos poucos vai colocando fogo na rotina desta família. Conforme as diferenças começam a aparecer, Brad e Dusty precisam trabalhar juntos para sobreviver ao Natal da família e provar que o estilo de “pais modernos” funciona.

Por que ver esse filme? Essa foi uma temporada fraca de comédias no cinema, isso já é uma boa desculpa para assistir ao filme em questão. Além disso, o fato da trama se desenvolver em torno do natal ajuda o expectador a entrar no clima natalino que faz dessa época um período tão especial. Todo fã de comédia não está muito preocupado com questões técnicas e sim com boas gargalhadas, levando isso em consideração, Pai em Dose Dupla 2 não será um sucesso inesquecível, mas atenderá muito bem à demanda do momento por um filme mais leve e engraçado. Boa sessão!

Fonte: Odailson Volpe


 
Veja Mais:

  • 09/11/2018 - Sétima Arte: Bohemian Rhapsody
  • 26/10/2018 - Sétima Arte: Halloween
  • 19/10/2018 - Sétima Arte: O Primeiro Homem
  • 11/10/2018 - Sétima Arte: Nasce Uma Estrela
  • 05/10/2018 - Sétima Arte: Venom
  • 28/09/2018 - Sétima Arte
  • 21/09/2018 - Sétima Arte: O Mistério do Relógio na Parede
  • 21/09/2018 - Brincadeiras, truques de mágica e muita palhaçada alegraram os alunos do “Comecinho de Vida”
  • 14/09/2018 - Sétima Arte - A Freira
  • 06/09/2018 - Associação Divina Providência realiza 1ª Noite Cultural
  • 31/08/2018 - Sétima Arte
  • 24/08/2018 - Sétima Arte - Slender Man – Pesadelo sem Rosto
  • 17/08/2018 - Sétima Arte - Christopher Robin – Um Reencontro Inesquecível
  • 10/08/2018 - Sétima Arte
  • 08/08/2018 - Museu Rural conta a história da colonização
  • 02/08/2018 - Coach Jaiva Suelen ministra palestra sobre como aplicar conceitos e ferramentas capazes eliminar a z...
  • 16/07/2018 - Coral Municipal: marco da nossa cultura
  • 06/07/2018 - Sétima Arte: Homem-Formiga e a Vespa
  • 29/06/2018 - Sétima Arte: Hereditário e Os Incríveis 2
  • 22/06/2018 - Sétima Arte: Jurassic World: Reino Ameaçado
  • 22/06/2018 - Nova Esperança abrirá votação popular para escolha de um prato típico
  • 15/06/2018 - Sétima Arte: Oito Mulheres e Um Segredo
  • 12/06/2018 - Sétima Arte: Eu Só Posso Imaginar
  • 25/05/2018 - Sétima Arte: Han Solo - Uma História Star Wars
  • 18/05/2018 - Nova Esperança fazendo bonito na Expoingá 2018
  • 18/05/2018 - Sétima Arte - Deadpool 2
  • 11/05/2018 - Sétima Arte - A Noite do Jogo
  • 04/05/2018 - Sétima Arte - Paulo, Apóstolo de Cristo e Verdade ou Desafio
  • 30/04/2018 - Lenir Azevedo é coautora do livro “Equilíbrio: Corpo, Mente e Espírito”
  • 28/04/2018 - Sétima Arte: Vingadores: Guerra Infinita
  •  
    © Jornal Noroeste - Escrevendo a história de Nova Esperança e região desde 1985
    Rua Governador Bento Munhoz da Rocha Neto, 354 - Sala 101 - Nova Esperança, PR - CEP 87600-000 - Fone 044 3252 3908
    Desenvolvido por Hnet Websites