Segunda Feira, 24 de Setembro de 2018
Há esperança para o Antonio Esperança?


02/06/2017
Semana passada foi divulgado por este órgão de imprensa que a Policia Civil havia concluído as investigações do caso Antonio Esperança, perfil falso criado com o intuído de ofender, desgastar frente à opinião pública e desqualificar algumas  pessoas ligadas a um  determinado grupo político. 
Após a apreensão dos equipamentos eletrônicos utilizados nas postagens difamatórias a Polícia conseguiu recuperar arquivos que haviam sido apagados incluindo diálogos e trocas de emails comprometedores. Segundo o delegado, existe a possibilidade de que terceiros possam estar envolvidos, fornecendo materiais e elaborando os conteúdos postados. 
Particularmente eu, assim como muitas pessoas com quem conversei, acreditamos que possam haver terceiros  agindo  por detrás do manto da obscuridade e anonimato, enquanto o “único” Antonio Esperança segue pagando o pato. Com efeito, advogados já começaram a ser contatados por aqueles que foram caluniados e ofendidos.
O “Antonio Esperança” oficial segue negando, muito embora, as evidências apresentadas pela investigação da PC sejam muito contundentes e robustas. Os diálogos mantidos que foram recuperados e que, segundo a Polícia nos repassou, integrariam o Inquérito Policial finalizado e entregue à Justiça para as medidas cabíveis que passam pelo oferecimento de denúncia por parte do Ministério Público. Por motivo de sigilo, embora o nome do suposto autor  já tenha ganhado as ruas, ainda não pôde ser oficialmente divulgado.
Sr. Antonio Esperança e possíveis comparsas nas difamações; aos olhos dos homens algumas coisas podem passar encobertas e a limitação humana propicia isto. Muito embora as investigações tenham prosperado e  em breve os supostos autores, denunciados, mesmo que a Justiça terrena tarde,  aos olhos de Deus nada passará encoberto.
Dotado de atributos como Onisciência (conhece todas as coisas), Onipotência (tem todo poder) e Onipresença (está em todos os lugares), Deus tem acompanhado suas ações, reprovado suas atitudes e um dia, caso você não se arrependa e busque reparar junto às famílias os danos morais e psicológicos causados, pagará caro no Tribunal Divino.
As Escrituras Sagradas, pródiga em seus ensinos e valores assim dizem: “Mas os filhos dele não andaram em seus caminhos. Eles se tornaram gananciosos, aceitavam suborno e pervertiam a justiça” - 1 Samuel 8:3.
Tal como nos tempos bíblicos, a ganância humana, a inveja, perversão e maledicência tem norteado muitas vidas que não temem a Justiça, tanto a da terra quanto a divina.
Para o (os) Antonio (s) Esperança (s) deixo o seguinte verso da Bíblia que está em 2 Crônicas 7:14: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.”
O dano causado, de uma forma ou de outra terá que ser pago. Seja na área cível quanto criminal. Em ambas estas Varas da Justiça terrena, o prejuízo moral terá que ser reparado.
Já no tocante à “Vara Espiritual”, contrate um bom advogado. “Caros filhinhos, estas palavras vos escrevo para que não pequeis. Se, entretanto, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo” - 1 João 2-1.
 
“Reputação é o que as pessoas pensam ao meu respeito. Caráter é o que eu sou quando ninguém está me olhando”. D. L. Moody (1837-1899)

Fonte: Alex Fernandes França

 
Veja Mais:

  • 03/08/2018 - O homem cordial, a política e a Lei de Gérson!
  • 04/06/2018 - Mundo em colapso
  • 12/01/2018 - O ano que queremos...
  • 24/11/2017 - Marcas no corpo e na alma
  • 25/08/2017 - "Nem com uma flor..."
  • 28/07/2017 - Ódio ideológico
  • 22/06/2017 - Investir em Esportes faz bem
  • 09/06/2017 - Escolas do Crime
  • 02/06/2017 - Há esperança para o Antonio Esperança?
  • 26/05/2017 - Reciclando ações
  • 19/05/2017 - A amplitude da informação aliada à Educação
  • 15/05/2017 - Até onde vai a credibilidade das redes sociais?
  • 02/05/2017 - Viagens extraordinárias
  • 17/04/2017 - Cidadania e justiça
  • 31/03/2017 - O progresso pede passagem
  • 27/03/2017 - A carne é fraca?
  • 17/03/2017 - Respeito é bom...
  • 03/03/2017 - O menor de idade e a falência do sistema carcerário
  • 24/02/2017 - Refis: justo ou injusto?
  • 17/02/2017 - Chega de violência
  • 10/02/2017 - Que comecem os trabalhos...
  • 27/01/2017 - Fato ou boato: até onde vai a credibilidade das redes sociais?
  • 20/01/2017 - Vilas Rurais: desvio de finalidade?
  • 06/01/2017 - Gestão Pública eficiente: anseio coletivo
  • 23/12/2016 - Real motivo de celebração
  • 17/12/2016 - Responsabilidade Humana
  • 25/11/2016 - Patrimônio inestimável
  • 11/11/2016 - Ultranacionalista no poder
  • 28/10/2016 - Finados: dia de celebrar a vida
  • 21/10/2016 - Bye bye clientes
  •  
    © Jornal Noroeste - Escrevendo a história de Nova Esperança e região desde 1985
    Rua Governador Bento Munhoz da Rocha Neto, 354 - Sala 101 - Nova Esperança, PR - CEP 87600-000 - Fone 044 3252 3908
    Desenvolvido por Hnet Websites